sábado, 8 de maio de 2010

Papinha de bebe

Ola meninas, tudo bem??
Da uma olhada nisso, Era so o que faltava

Celebridades aderem à dieta da papinha de bebê


Publicidade

DÉBORA MISMETTI

editora-assistente de Saúde

Se depender das celebridades de Hollywood, vai faltar papinha de bebê nos supermercados. De acordo com a nova dieta da moda, 14 daqueles potinhos por dia, mais um jantar "adulto", levam à perda de até três quilos por semana.
Tabloides americanos e ingleses vêm noticiando que as atrizes Jennifer Aniston (do seriado "Friends") e Reese Witherspoon (do filme "Legalmente Loira") estão experimentando o regime.
A cantora Lady Gaga precisou soltar uma nota desmentindo boatos de que estava comendo papinha.
A "autoria" dessa receita de emagrecimento foi atribuída à personal trainer Tracy Anderson, que já atendeu Madonna e Shakira, segundo o jornal inglês "Daily Mail".
As vantagens desse plano alimentar são a praticidade -as papinhas industrializadas não precisam ficar na geladeira e podem ser levadas na bolsa-, e os teores reduzidos de sal e gordura. No Brasil, contêm entre 60 e 100 calorias por porção.
Para os endocrinologistas, é claro, isso é moda passageira. "É aquela velha busca da solução milagrosa", diz Márcio Mancini, da Sbem (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia).
O médico diz que as comidas de bebê são saudáveis -principalmente se o jantar for equilibrado, com fontes de carboidratos, proteínas, verduras e legumes. "É uma solução prática. O problema é a longo prazo. O que a pessoa vai fazer depois que emagrecer?", indaga.
O endocrinologista Alfredo Halpern, chefe do Grupo de Obesidade e Síndrome Metabólica do Hospital das Clínicas de São Paulo, diz que a dieta deve realmente funcionar, mas só se a pessoa estiver disposta a comer papinha para o resto da vida. "Toda dieta hipocalórica pode emagrecer. Para manter o peso é que são elas."
Segundo Halpern, como as papinhas são feitas para crianças, é possível que o equilíbrio nutricional seja mantido. Porém, a melhor forma de perder peso é com reeducação alimentar, em que se aprende a comer de tudo em menores porções.
"Do ponto de vista de uma vivência decente, acho a dieta execrável. Até pouco tempo, a moda era a dieta do abacaxi, depois, da ração humana. Não passa um mês sem um novo modismo. Mas ninguém consegue comer ração ou abacaxi a vida inteira", acrescenta

Materia extraida da Folha Online de hoje.

Beijos

3 comentários:

Regina disse...

Oi Lindona
PRIMEIRAMENTE FELIZ DIA DAS MÃES
Já tinha ouvido falr desta dieta e acho q realmente ela funciona o problema é manter o peso depois...Tenha um belo dia...
beijão

Regina disse...

Oi Lindona
Tenha uma semana abençoada...te adoro amiga.
Beijoss

LY Nova Chance disse...

Oi minha amiga querida, saudades de você. Como você está? Senti sua falta, fiquei um pouco preocupada com seu post, mas quero te dizer pra ter paciência, não estou muito bem também, mas aos poucos vamos indo e conquistando, aos pouquinhos, devagar e sempre, essas coisas rs No fim tudo acaba bem, espero que seu Dia das Mães tenha sido bom, e quero te dizer que AMEI aqueles tapetinhos que você fez pra sua nora, lindos. Deus te abençoe grademente. beijos